Veja a que cargos atuais membros da Mesa não podem concorrer

22 de fevereiro de 2021 16:53
Publicado por:
Categorias: Notícias, Política

A atual Mesa Diretora da AL que foi suspensa pelo STF – Foto: Fablicio Rodrigues / ALMT

Ministro do Supremo Alexandre de Moraes anulou eleição que conduziu Botelho à presidência

A decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu a eleição da atual Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso não impede que seus membros façam parte do novo comando da Casa.

Moraes apenas veda a posse de parlamentares que compuseram a Mesa nos biênios 2017/2018 e 2019/2020 nos mesmos cargos.

A atual legislatura, que tomou posse no dia 1º de fevereiro, era composta pelo deputado Eduardo Botelho (DEM) no cargo de presidente; Janaina Riva (MDB) como vice-presidente; e Max Russi (PSB) como primeiro-secretário. Já os deputados Wilson Santos (PSDB) é o 2º vice-presidente; Valdir Barranco (PT) o 2º secretário, Claudinei Lopes (PSL) o 3º secretário e Paulo Araújo (Progressistas) o 4º secretário.

Na prática, a decisão impede Botelho de ser novamente presidente, já que ocupou o cargo nas duas mesas passadas. Ele pode, no entanto, ser vice, 1º, 2º, 3º ou 4º secretário.

Já a deputada Janaina Riva não pode ocupar apenas o cargo de vice-presidente.

Max Russi, por sua vez, está vetado no cargo 1º secretário e 2º vice-presidente.

Wilson Santos pode se manter como 2º vice-presidente, já que não compôs o cargo nas mesas diretoras passadas. O deputado João Batista (Pros) também não pode ocupar esse cargo.

Já no cargo de 2ª secretário estão vetados Valdir Barranco e Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD).

Assim como Wilson, Claudinei Lopes pode se manter na 3ª secretaria. O único impedido nesse cargo é o deputado Valmir Moretto (PRB).

Paulo Araújo é o único vetado no cargo de 4º secretário.

Na decisão, o ministro  determinou a realização imediata de uma nova eleição para a Mesa Diretora.

Botelho já informou que não irá recorrer da decisão e irá convocar a eleição nos próximos dias.