Selma Arruda está pagando um preço alto por ter colocado tanto bandido na cadeia

21 de maio de 2020 16:44
Publicado por:
Categorias: Bastidores

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A ex-senadora cassada Selma Arruda (PODE), está pagando um preço alto de mais por ter contrariado interesses de gente de muito poderosa e por ter colocado muitos corruptos na cadeia. Ela parece estar vivendo um inferno ‘astral’ desde que entrou na política.

Após se desentender com alguns ex-amigos, ela começou a ser investigada poucos dias antes da eleição de 2018, quando foi eleita.

Porém, em abril de 2019, ou seja, com menos de três meses mandato, foi cassada pelo TRE, e depois teve o seu recurso negado pelo TSE em dezembro do ano passado.

Em abril deste ano foi cassada definitivamente pelo Senado, depois de fazer criticas duras contra o senador Davi Alcolumbre, que preside a casa.

Além disso, Selma também tem a sua aposentadoria integral de juíza, sendo investigada pelo TCE de Mato Grosso.

Agora, ao tentar o registro de advogada para exercer a profissão, corre o risco de ter o pedido indeferido pela OAB do Distrito Federal, a pedido da OAB de Mato Grosso.

E para piorar, o presidente da OAB de Brasília é nada mais, nada menos que Délio Lins, advogado que firmou o acordo de delação do ex-governador Silval Barbosa com o STF.
Lins, teria ‘sofrido’ nas mãos de Selma, quando advogava para Silval. Todos os seus pedidos e recursos eram negados.

Como se percebe, a grande maioria dos problemas que a ex-senadora tem enfrentado, estão ligados de alguma forma as figuras que tiveram seus interesses contrariados pela então juíza Selma Arruda, na 7ª Vara Criminal de Cuiabá.