Relatório da CPI do Paletó será apresentado nesta sexta. E aí, foi ou não foi propina?

8 de julho de 2020 18:05
Publicado por:
Categorias: Bastidores

Foto: Reprodução

O relatório da CPI do Paletó será entregue nesta sexta-feira, pelo vereador Toninho de Souza, que é o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga Emanuel Pinheiro, por quebra de decoro e obstrução de justiça. O relator, que é um defensor intransigente do prefeito, já está explicando que a conclusão do trabalho ficou prejudicada, porque depoimentos importantes acabaram não sendo realizados. Um deles foi o de Popó Pinheiro, que se negou a comparecer alegando ser irmão do investigado.

Preocupado com o conteúdo do que será apresentado pelo relator Toninho de Souza, o presidente da CPI, Marcelo Bussiki, está com “um pé atrás”. Na dúvida está elaborando um relatório paralelo para demonstrar que Emanuel Pinheiro, ao colocar maços de dinheiro no bolso do paletó, quando era deputado estadual e que seria propina, de acordo com Silval Barbosa, não teria condições morais e nem  a dignidade necessária para continuar no cargo de prefeito de Cuiabá.

O presidente Marcelo Bussiki alega que vai aguardar para saber se o  relatório de Toninho de Souza irá considerar o que disse Silval Barbosa, quando confirmou que o dinheiro recebido por Emanuel era propina. Se o relatório for por outro caminho, Bussiki irá apresentar o relatório paralelo. Depois daquelas imagens deprimentes que rodaram o mundo, é bom ficar de olhos bem abertos e acompanhar atentamente qual será o enredo de mais um capítulo do escândalo do paletó.