“Queijo Cabacinha” vira Patrimônio Cultural de Goiás

15 de janeiro de 2021 15:04
Publicado por:
Categorias: Agronegócio, Notícias

Foto: Emater/GO

Iguaria recebe esse nome devido ao formato e é produzida na Região do Araguaia

Agrolink Logo

O queijo cabacinha é uma tradição em Goiás. Produzido há quase um século nos municípios de Mineiros, Santa Rita do Araguaia, Portelândia, Doverlândia e Perolândia, na região do Araguaia. É de origem italiana, e começou a ser fabricado com leite de vaca cru para povos nômades, e o seu nome na sua região de origem é ‘Caccio Cavalo’ devido ao modo como é deixado para secar. Depois de amarrado é pendurado. Tem como característica principal a textura fibrosa e o formato de cabaça, fruto de uma planta da família das cucurbitáceas.

Agora a iguaria foi declarada Patrimônio Cultural do Estado de Goiás. A lei foi assinada pelo governador Ronaldo Caiado nesta semana. Entre os motivos para este título está o fato de que essa certificação dará reconhecimento ao sabor único e também à região onde surgiu.

O “Queijo Cabacinha do Araguaia” já apresenta o diagnóstico de Indicação Geográfica pelo Sebrae IG). Esse selo é uma designação que identifica um produto ou serviço como originário de uma área geográfica delimitada, determinada qualidade, reputação e outras características atribuídas a essa origem geográfica e tem por objetivo agregar valor ao produto e proteger a região produtora. O queijo foi considerado patrimônio cultural do Estado de Mato Grosso em 2019.