Produção de berinjela faz com que cidade litorânea seja a maior produtora do Estado de São Paulo

4 de agosto de 2022 17:19
Publicado por:
Categorias: Agronegócio, Notícias

Foto: Reprodução

Parte da produção do município é comercializada pela Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) e o restante é adquirido pelo próprio município para ser usado na merenda escolar

Portal do Agronegócio

Conhecida por suas praias, Caraguatatuba a 178 km da capital São Paulo, se destaca também pela produção de berinjela japonesa do Estado Paulista. A cidade litorânea, teve o seu primeiro destaque em 2017, quando enviou 31% da safra para o Entreposto Terminal de São Paulo (ETSP) para ser comercializada. A partir daí, a produção cresceu de 398 para 439 toneladas no ano passado.

Da mesma família do pimentão, o legume produzido no município há mais de 30 anos, e é um dos principais alimentos da merenda escolar. De acordo com dados da Prefeitura, 1,5 toneladas anualmente para as escolas municipais desde 2018. O fornecimento é feito pelos produtores locais que contribuem com a agricultura familiar e uma alimentação mais saudável. Rica em vitaminas e proteínas, a berinjela é recomendada nos casos de artrite, diabetes e inflamações da pele em geral.

Massaru Matsumoto, cultiva a berinjela japonesa há mais de 40 anos, a colheita segundo ele é feita duas vezes por semana, onde são produzidas 50 caixas com 10 kg, um total de 500 kg por colheita. A berinjela japonesa se diferencia pelo sabor adocicado. O clima do litoral norte é bastante favorável para o cultivo, já que a cultura exige altas temperaturas.

Parte da produção do município é comercializada pela Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) e o restante é adquirido pelo próprio município para ser usado na merenda escolar.

Fonte: Agrolink