Presos denunciam falta de atendimento médico e condições sanitárias em penitenciária

14 de janeiro de 2020 10:32
Publicado por:
Categorias: Notícias, Política

logo

Ministério Público Estadual (MPE) instaurou Inquérito Civil para apurar situação da Penitenciária Major PM Zuzu Alves da Silva, em Água Boa (730 km a leste de Cuiabá). Denúncia aponta a falta de condições básicas e higiene e medicamentos.

Documento, do dia 19 de dezembro de 2019, é assinado pela promotora de Justiça, Alice Cristina de Arruda. Cartas escritas por detentos apontaram que eles não estariam recebendo atendimento médico e que não existe separação entre presos diagnosticados com doenças contagiosas.

Outro inquérito foi aberto com referência a irregularidades e descumprimento no horário de expediente dos médicos Beatriz de Guimarães e Jorge Ribeiro de Almeida, servidores da mesma penitenciária.

“[O Ministério Público] resolve, por tais razões, instaurar o presente Inquérito Civil, colimando investigar adequadamente os fatos, bem assim subsidiar futuras e eventuais medidas judiciais ou extrajudiciais”, diz trecho do documento.

Promotora, ainda, solicitou a notificação da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e da penitenciária, para prestar informações em 20 dias a cerca dos fatos mencionados.

Outro lado

Reportagem tentou contato com a Sesp, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria.