Guilherme Maluf estaria sendo estimulado a continuar no comando do Tribunal de Contas

21 de julho de 2021 16:56
Publicado por:
Categorias: Bastidores

Foto: Divulgação

O clima do Tribunal de Contas do Estado (TCE) não estaria calmo, por conta da aproximação da eleição do novo presidente para o próximo Biênio 2022/2023.

Isso porque Guilherme Maluf estaria sendo estimulado internamente a continuar na presidência do TCE,  já que o instituto da reeleição foi permitido por uma deliberação da Assembleia Legislativa.

Já os conselheiros antigos que retornaram aos cargos após quase 3 anos, entendem que o rodízio que sempre existiu deva permanecer. Agora é esperar pelos próximos capítulos.

Apenas para relembrar os fatos, Antonio Joaquim, Valter Albano e José Carlos Novelli foram afastados do Tribunal por uma decisão do STF, em função da delação do ex-governador Sival Barbosa, que acusou os conselheiros de receber vantagens indevidas. Mas votaram aos cargos porque nenhum procedimento formal foi aberto contra eles pela Justiça.