Grampos ilegais também teriam ocorrido na campanha eleitoral de 2018

2 de dezembro de 2019 10:50
Publicado por:
Categorias: Bastidores

Um dos últimos escândalos de Mato Grosso que até hoje não se tem resposta, a chamada grampolândia pantaneira, poderá ter novos desdobramentos nas próximas semanas.

Fontes da coluna afirma que poderá vir á tona uma conexão dos crimes de interceptações telefônicas clandestinas, com o processo eleitoral de 2018.

Caso se confirme, mostrará que a prática de arapongagem continuou até tempos atuais e que novos personagens podem ter aderido ao atentado a liberdades individuais da população.