Flamengo quer denunciar bilionário de Mato Grosso por “mala branca” no Brasileirão

22 de fevereiro de 2021 18:28
Publicado por:
Categorias: Bastidores

Depois do time do Cuiabá ter conquistado o acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro, Mato Grosso volta a ser destaque no cenário esportivo nacional. Agora um dos barões do agronegócio
aqui do Estado, deverá ser denunciado ao Ministério Público e também na polícia pelo Flamengo por manipulação de resultado. 
Tudo começou quando um dos sócios do Grupo Bom Futuro, Elusmar Maggi, torcedor fanático do Internacional, resolveu doar 1 milhão de reais, para que o jogar Rodinei pudesse ser escalado
pelo colorado gaúcho para enfrentar o rubro-negro carioca no último domingo. Rodinei foi expulso e o Inter ainda perdeu. 
Mas o bilionário Elusmar Maggi quer continuar apostando alto no seu time do coração. Disse que vai injetar dinheiro no São Paulo, para que o tricolor paulista vença o Flamengo na próxima quinta-feira, para que o Inter possa ser campeão brasileiro. 
O vice-presidente do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abranches, afirmou que manipular resultado é crime previsto no estatuto do torcedor, garantindo que vai encaminhar uma notícia-crime ao
Ministério Público e à polícia. No futebol, o que Maggi está fazendo é chamado de mala branca e é isso que o Flamengo está denunciando.