Falta de postos nos bairros causa lentidão na vacinação

21 de julho de 2021 11:04
Publicado por:
Categorias: Artigos

A vacinação da Covid-19 em Cuiabá está lenta e com milhares de doses estocadas porque a secretaria municipal de saúde não instala postos fixos de vacinação em bairros polos e postos itinerantes nos distritos e na zona rural para facilitar o acesso da população à vacina.

Dados extraídos no dia 14 de julho do vacinômetro, existente no portal transparência do site da prefeitura, citava que Cuiabá contava com mais de 40 mil doses estocadas para ser aplicada exclusivamente como primeira dose da Covid na população.

Certamente, se existisse postos de vacinação em bairros polos, nos distritos e na zona rural, que facilitasse o acesso à vacina, Cuiabá não estaria com grande número de vacinas estocadas. E o mais preocupante é que o número de vacinas estocadas pode aumentar ainda mais, visto que nossa cidade vai receber milhares de doses do governo federal nos próximos dias.

Para justificar a minha cobrança por postos de vacinas nos bairros, cito o exemplo da cidade de Campo Grande que abriu mais de 60 postos em bairros polos e locais estratégicos daquela cidade. Com essa estratégia, Campo Grande já aplicou mais de 700 mil doses, entre a primeira e segunda dose, enquanto em Cuiabá aplicou 330 mil doses.

Certamente, o sucesso de Campo Grande deve-se a decisão de abrir postos nos bairros para dar acesso fácil à vacina para a sua população.

Defendo que Cuiabá adote a estratégia de Campo Grande. Nossa cidade tem quase 400 bairros onde a maioria fica longe da região central. Imagina a dificuldade de locomoção para quem reside em bairros distantes como o Pedra 90, distritos como o da Guia e em comunidades rurais como a do Rio dos Peixes.

Indubitavelmente, o prefeito Emanuel Pinheiro precisa reorganizar a estratégia de vacinação para acabar com a lentidão, abrindo postos de vacinação nos bairros para acesso fácil a vacina, ao invés de ficar com o argumento de que a vacinação em Cuiabá não avança porque boa parte da população não está indo se vacinar.

Dilemário Alencar é vereador por Cuiabá