Falácia da Arena Pantanal

30 de novembro de 2019 08:05
Publicado por:
Categorias: Artigos

A verdade precisa ser colocada: a função primeira da Arena Pantanal é o futebol

Nesta semana, durante coletiva de imprensa no Palácio Alencastro, o prefeito de Cuiabá fez críticas sobre o uso da Arena Pantanal para a realização do evento de Natal do Governo do Estado. A crítica ocorreu porque, em abril, o Governo, com o apoio da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), proibiu que a prefeitura fizesse o evento do aniversário de 300 anos no estádio, alegando possíveis danos ao gramado.

Mas as circunstâncias são completamente diferentes, e a verdade precisa ser colocada, pois o Governo acertou. O evento do aniversário de 300 anos de Cuiabá seria realizado no mesmo final de semana que aconteceriam as finais do Campeonato Mato-grossense. A função primeira da Arena Pantanal, é o futebol, e se o evento ocorresse naquele momento, as equipes cuiabanas teriam que se deslocar para outra cidade, para disputar o período mais importante do torneio.

E aí mora outro problema da gestão do prefeito Emanuel Pinheiro. Se o Dutrinha, que tinha sido prometido pelo prefeito para ficar pronto antes do aniversário de 300 anos de Cuiabá, tivesse sido entregue no prazo, o evento poderia acontecer normalmente dentro da Arena Pantanal. Quase um ano após os 300 anos, a prefeitura ainda não conseguiu entregar o Dutrinha.

Além de tudo isso, o evento do Governo do Estado na Arena Pantanal, está sendo montado em período que o estádio e o gramado não será utilizado. O último jogo do Cuiabá, já sem pretensões na Série B, ocorre neste final de semana, e a parte interna do gramado está sendo respeitado.

Não sou advogado do governador Mauro Mendes e nem do Governo do Estado, nem tenho qualquer problema pessoal com o prefeito Emanuel Pinheiro, mas é preciso sempre repor a verdade. Temos que aprender a fazer política com honestidade e hombridade. Foi justamente por conta de declarações como essa do atual prefeito de Cuiabá, que me levou a afastar da atual gestão. Político tem que ter responsabilidade quando se fala algo, a sociedade quer políticos que façam mais e falem menos.

NIUAN RIBEIRO é advogado e vice-prefeito de Cuiabá.