Ex-secretário afastado do cargo depõe em CPI

14 de setembro de 2021 16:17
Publicado por:
Categorias: Notícias, Política

Foto: Marcus Vaillant

logo

A falta de competência da Prefeitura de Cuiabá para administrar os veículos apreendidos na capital levaram a gestão contratar uma empresa privada para administrar o pátio da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), que hoje é gerido pela Rodando Legal. A justificativa é do ex-secretário da pasta, Antenor Figueireido, durante depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Contratos na Câmara de Vereadores, na tarde desta terça-feira (14).

“Os veículos ficam lá no Distrito Industrial, deteriorados e a prefeitura estava tendo um prejuízo muito grande para que esses veículos fossem vendidos. A Semob não tinha pátio e segurança para guardar esses veículos. Dai veio essa necessidade de se fazer uma licitação para completar esse circulo de fiscalização ostensiva”, disse.

Diferente dos outros depoentes, Antenor presta esclarecimentos a CPI de forma virtual. O então gestor foi afastado do comando da pasta durante a Operação Sinal Vermelho, deflagrada pela Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor) em maio deste ano.

 

A decisão em torno do afastamento foi proferida pela juíza Ana Cristina Silva Mendes, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá. A magistrada constatou irregularidades no sistema de semáforos inteligentes da Capital após auditoria realizada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).