Ex-prefeita e primeira-dama de Sinop são cotadas para 2ª vaga de suplente de Wellington

5 de agosto de 2022 15:59
Publicado por:
Categorias: Notícias, Política

Foto: Reprodução/Montagem

Nesta sexta-feira, Fagundes confirmou o ex-secretário chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho (UB), como seu primeiro suplente, mas as negociações para a segunda vaga ficaram em aberto

logo

A deputada estadual Janaína Riva (MDB) saiu em defesa dos nomes da ex-prefeita de Sinop (480 km de Cuiabá), Rosana Martinelli, e da atual primeira-dama do município, Scheila Pedroso, ambas no PL, para a segunda suplência na chapa do senador Wellington Fagundes (PL). Janaína revelou que ver uma mulher na chapa do sogro é um desejo pessoal e que as sugestões foram levadas diretamente a ele.

Nesta sexta-feira (5), Fagundes confirmou o ex-secretário chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho (UB), como seu primeiro suplente, mas as negociações para a segunda vaga ficaram em aberto. Janaína, que é casada com o filho do senador, esteve na convenção do PL na manhã desta sexta e declarou à imprensa que tanto Rosana quanto Scheila, além de garantirem representatividade feminina, podem representar a região norte do Estado na chapa de Wellington à reeleição.

“Não tem essa definição ainda, mas é lógico que a gente dá sugestões. Eu disse a ele, acho que seria interessante o nome da Rosana porque ele é do sul, Mauro Carvalho é da baixada e de repente um nome do norte, o da Rosana que é do próprio PL, é uma sugestão como tem a Sheila Pedroso, esposa do Roberto Dorner e presidente da APDM, representa todas as primeiras-damas, ela também está no PL, então também é outro nome bom”, declarou Janaína.

A deputada também disse que o pedido foi feito muito mais no âmbito familiar do que político, já que a decisão da segunda suplência deve ser do partido do sogro, o PL. Por outro lado, ela também reforçou que é politicamente importante ter representatividade feminina na aliança UB e PL. Essa tarefa ficaria para a chapa de Wellington, já que na outra chapa majoritária da aliança, o governador Mauro Mendes (UB) deve repetir a dobradinha com vice-governador Otaviano Pivetta (Republicanos) para a disputa ao governo.

“Eu gostaria muito que fosse uma mulher e pedi isso ao senador, até porque na chapa de governador e vice não tem uma mulher e agora ele e Mauro Carvalho, dois homens também”, destacou.