Emanuel quer vetar RGA de servidores, para não correr o risco de perder 168 milhões

30 de junho de 2020 18:07
Publicado por:
Categorias: Bastidores

Foto: Luiz Alves/Sicom

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) decidiu vetar os 4,3%da Revisão Geral Anual (RGA) para os servidores do legislativo municipal.

Na justificativa, Emanuel afirma que a recomposição salarial poderá afetar o repasse da União de R$ 168 milhões em ajuda para o combate à pandemia do novo coronavírus.

Porém, os vereadores de Cuiabá já apontam para a derrubada do veto do prefeito, conforme parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa.