Cientistas podem resolver problema da batata

17 de outubro de 2020 09:30
Publicado por:
Categorias: Agronegócio, Notícias

Foto: Seaf-MT

Problema é a Requeima

A requeima é o patógeno mais importante da batata, causando devastação em todo o mundo. A doença, causada pelo patógeno Phytophthora infestans, foi o estopim da fome irlandesa no século 19 e continua sendo uma das ameaças mais sérias à produção de batata, causando perdas econômicas significativas.

Em uma recente colaboração entre a Academia Chinesa de Ciências Agrícolas e o Instituto James Hutton, os cientistas identificaram uma batata selvagem diplóide com alta resistência ao P. infestans. Eles descobriram novos genes R nesta batata usando a análise dRenSeq, e análises transcricionais adicionais revelaram o papel essencial das múltiplas vias de transdução de sinal e vias metabólicas secundárias na imunidade das plantas na batata selvagem.

“Descobrimos que a resistência observada nesta batata selvagem era devido a novos genes de resistência não caracterizados anteriormente”, explicou Guangcun Li, um dos cientistas envolvidos no estude. “Também descobrimos que a fotossíntese foi inibida para promover a resposta imunológica”, completa.

É uma nova descoberta que existe inibição fotossintética em batatas. No entanto, os cientistas também descobriram que a barreira física das folhas era muito importante. “As folhas desta batata selvagem são duras e mostram imunidade quando inoculadas com P. infestans em baixa concentração”, disse Li.

Esta pesquisa fornece novos recursos para o melhoramento de batata resistente à requeima e uma nova base teórica para o melhoramento de batata resistente a doenças. O estudo foi publicado na edição de agosto da revista Phytopathology.