Cerca de 10% das crianças e adolescentes internados por Covid-19 morreram em Cuiabá

4 de março de 2021 16:33
Publicado por:
Categorias: Notícias, Política

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Olhar Direto

O 8º Informe Epidemiológico de 2021, divulgado pela Secretaria Municipal de Cuiabá, apontou que quase 10% das crianças e adolescentes que foram internados com Covid-19 na capital foram a óbito. O levantamento também apontou a taxa de infecção deste faixa etária foi a que mais cresceu desde julho do ano passado.
Desde o registro dos primeiros casos em Cuiabá, a Secretaria Municipal de Saúde, com apoio de pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso, publica semanalmente o Informe Epidemiológico sobre a COVID-19, com o objetivo de monitorar o padrão de morbidade e mortalidade e descrever as características clínicas e epidemiológicas dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) pelo SARS-Cov-2 em residentes no município de Cuiabá.

Esse é o 46º informe produzido, no qual foram apresentadas as informações desde a data da notificação do primeiro caso em Cuiabá até a 08ª Semana Epidemiológica (SE) de 2021. Conforme o levantamento, aproximadamente 10% das crianças e adolescentes internados foram a óbito.

O incremento da taxa de incidência em crianças, adolescentes e jovens de 20 a 29 anos, se revelou muito maior que para outras faixas. Desde 18 de julho, por exemplo, a taxa de idosos aumentou cerca de 413% enquanto a de crianças aumentou aproximadamente 909%, de adolescentes 1.433% e de jovens (20 a 29 anos), 996% evidenciando o aumento superior do risco de infecção nesses grupos.

Ainda segundo o Informe, a proporção de óbitos em crianças e adolescentes se revelou maior que os grupos de 20 a 29 e 30 a 39 anos, um total de 9,5%. A maior proporção de mortes, no entanto, e do grupo de maiores de 80 anos.