Botelho diz trabalhar para reeleição na AL, mas não descarta Senado

7 de abril de 2021 16:07
Publicado por:
Categorias: Notícias, Política

Foto: Mauricio Barbant/ALMT

Ex-presidente da AL, deputado diz que tem encontrado com base eleitoral e discutido próximo pleito

Primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Eduardo Botelho (DEM) afirmou que trabalha para ser candidato à reeleição no pleito de 2022. Entretanto, não descartou disputar outros cargos.

Em conversa com a imprensa, nesta quarta-feira (7), disse haver a possibilidade de concorrer a cargos de senador e até vice-governador, em uma chapa com o atual governador Mauro Mendes (DEM).

“Eu estou trabalhando com a possibilidade de ser candidato à reeleição. Agora, se outras alternativas aparecerem ao longo do caminho, a gente pode analisar. Por exemplo, ser candidato a senador, vice-governador e a governador. Tudo é possível”, disse.

“Tem muita água para rolar. Vamos aguardar e ver o que Deus tem reservado para nós”, emendou.

Para isso, Botelho afirmou que está se reunindo mais com a sua base eleitoral desde que deixou o cargo de presidente da Assembleia Legislativa, no fim de fevereiro deste ano.

“Eu, como presidente, procurei fazer mais política de Estado. Eu fui um presidente diferente de todos os outros que estiveram aqui. Nunca usei o cargo de presidente para fazer política pessoal”.

“Agora, tenho mais tempo para trabalhar, sair e visitar as pessoas. Inclusive, uma das grandes reclamações da minha base era isso, que eu não estava junto a eles”, completou.

 

Cadeira no TCE

Nos bastidores, Botelho é apontado como um nome forte para ocupar uma cadeira de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Ele, entretanto, voltou a descartar a possibilidade.

“Eu não trabalho com essa expectativa de ir para Tribunal. Não é um sonho, nem uma vontade. O meu desejo é continuar ajudando a população e como parlamentar posso ajudar bem mais”, disse.

A vaga mais próxima a ser aberta é a do conselheiro afastado Waldir Teis. Ele ingressou com pedido de aposentadoria na Corte de Contas no fim de 2020.