Boletim Agro em Dados destaca o crescimento dos setores cafeeiro e de cana-de-açúcar em Goiás

14 de janeiro de 2020 08:56
Publicado por:
Categorias: Agronegócio, Notícias

Já em relação à cana-de-açúcar, é esperado aumento de 8,4% na produção, com 79.870 quilos por hectare e aumento de 4,6% em relação à safra 2018/2019

Portal do Agronegócio

As produções de café e de cana-de-açúcar, no Estado de Goiás, são destaques na quarta edição do boletim informativo Agro em Dados de janeiro de 2020, publicado nesta quarta-feira, 8 de janeiro, pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa). Goiás produziu 249,3 mil sacas de café arábica, em 2019, com aumento da área cultivada de 17,4% e produtividade de 36 sacas por hectare, passando do 2º lugar para o 1º no ranking de produtividade do café arábica. Além disso, o Estado registrou alta no beneficiamento do café arábica de 27,6%. Já em relação à cana-de-açúcar, é esperado aumento de 8,4% na produção, com 79.870 quilos por hectare e aumento de 4,6% em relação à safra 2018/2019.

O boletim traz, ainda, dados referentes ao PIB do Estado, que registrou crescimento de 2,6% no 3º trimestre, em comparação ao mesmo período de 2018, e que teve, só no agro, crescimento de 7,6%. “Além disso, o 3º trimestre apontou para o número de 286 mil pessoas ocupadas na agropecuária, mostrando para nós a importância do setor na geração de emprego e renda para a população”, completou o secretário Antônio Carlos de Souza Lima Neto.

Elaborado pela Gerência de Inteligência de Mercado da Superintendência de Produção Rural Sustentável da Seapa, com apoio da Comunicação Setorial da Secretaria, o informativo mensal reúne os dados dos principais institutos de pesquisa e bases de dados do agronegócio brasileiro, com o recorte para o Estado de Goiás. Nesta edição, o boletim traz também destaque para as Pesquisas Trimestrais divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), relativas ao 3º trimestre de 2019. Foram divulgadas as pesquisas referentes a leite, couro, ovos e abate de animais. O recorte no que se refere ao Estado de Goiás mostra, por exemplo, que houve aumento de 4,3% no volume de leite adquirido para industrialização, na comparação do 3º trimestre com o anterior e de aumento de 6,8%, no acumulado do ano (janeiro a setembro de 2019) em relação ao mesmo período de 2018 – porcentagem acima da variação nacional, que foi de 3,4%.

“É bom destacar esse dado, tendo em vista que o Governo de Goiás, por meio da Seapa, lançou no final de dezembro um índice de referência para preços recebidos pelos produtores. É importante termos esse alinhamento de políticas públicas, baseado em dados, como os que constam aqui nesta edição do Agro em Dados”, destacou Antônio Carlos.

O secretário salienta, ainda, os números do informativo relativos à contratação do Crédito Rural. Para a safra 2019/2020, nos meses de julho a novembro foram mais de R$ 7 bilhões – aumento de 2,2% em relação ao mesmo período da safra anterior. O valor representa 7,8% em relação ao País, e 32,6% em relação ao Centro-Oeste. No boletim de janeiro, também há espaço para as ações das jurisdicionadas da Seapa – Agrodefesa, Emater e Ceasa Goiás, como o fechamento da segunda etapa da campanha da vacinação contra a febre aftosa, de 2019.

Acesso aos dados

O Agro em Dados – Janeiro 2020 está disponível no site da Seapa.