Aposentado, coronel de MT articula para ser presidente da Embrapa

2 de dezembro de 2019 16:07
Publicado por:
Categorias: Notícias, Política

Novacki conta com apoio do agronegócio brasileiro

https://www.folhamax.com/

O coronel da reserva da Polícia Militar de Mato Grosso, Eumar Novacki, articula para ser o novo presidente da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária). A informação é da coluna Radar, da Revista Veja.

Ex-secretário-geral do Ministério da Agricultura, no período em que Blairo Maggi comandou o órgão, Novacki tem simpatia do setor ruralista. Segundo a Veja, esse “apoio” é considerado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro.

Contudo, pesa contra o mato-grossense a “resistência” da ministra Tereza Cristina em nomear um quadro técnico para o cargo. “Para assumir a Embrapa, há quem diga que é necessário qualificação – leia-se mestrado e/ou doutorado. Não é o caso de Novacki”, diz a coluna.

Coronel da PM de Mato Grosso, Novacki atua em cargos políticos há mais de uma década. Na gestão de Maggi no Governo do Estado, ocupou as secretarias de Comunicação e da Casa Civil. Quando o ex-governador se elegeu senador da República, em 2010, Novacki se tornou um de seus principais assessores no Congresso.

Em 2016, quando Maggi assumiu o Ministério da Agricultura na gestão de Michel Temer (MDB), o coronel da PM se tornou secretário-geral do órgão, o principal nome depois do ministro. Por mais de uma vez, assumiu como titular da pasta, nas ausências de Maggi.

Com o fim da gestão Temer, Novacki foi nomeado, em janeiro deste ano, como secretário da Casa Civil do governo do Distrito Federal, sob gestão de Ibaneis Rocha (MDB). Ele deixou a função em maio deste ano.

novacki-embrapa.jpg