‘Vir aqui e falar que não viu nada é fácil’; critica Ramos sobre ex-adjunto da Secopa

As respostas do ex-adjunto, em sua maioria, foram vagas e cheias de negações diante das responsabilidades sobre as irregularidades nos projetos do Mundial de 2014.

RepórterMT

Secretário não responde questionamentos com exatidão e é criticado por deputado.

Secretário não responde questionamentos com exatidão e é criticado por deputado.

O depoimento do ex-secretário-adjunto de Infraestrutura da Secopa, Marcelo Oliveira, mais conhecido como Marcelo Padeiro, não agradou aos membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Obras Copa da Assembleia Legislativa, que participaram da oitiva na manhã desta terça-feira (24). As respostas do ex-adjunto em sua maioria, foram vagas e cheias de negações diante das responsabilidades sobre as irregularidades nos projetos do Mundial de 2014. A sessão acorreu no auditório Milton Figueiredo e durou cerca de quatro horas e meia.
Leia mais

Vereadores ganham nova verba, 5 mil reais a mais no salário

Extra será no valor de R$ 5,260 mil por mês, o que representa até 35%

A crise na economia brasileira parece que não está afetando a Câmara Municipal de Cuiabá. É que foi aprovada na última segunda-feira (23) e sancionada pelo Prefeito Mauro Mendes, a nova verba indenizatória paga aos vereadores da capital. A verba de custeio poderá ser de até 35% do salário do vereador, ou seja, R$ 5,260 mil por mês conforme os valores atuais. De acordo com a nova legislação, o valor vai cobrir gastos com alimentação e combustível.
Leia mais

PT é apontado em esquema entre banco e amigo de Lula

O Partido dos Trabalhadores (PT) aparece como suposto beneficiário de empréstimo feito entre um banco privado e o pecuarista José Carlos Bumlai, preso nesta terça-feira na 21ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada pela força-tarefa envolvendo Polícia Federal, Ministério Público Federal e Receita Federal e denominada de Passe Livre. A realização de empréstimo passou por movimentações ilícitas e foi “pago” após a contratação de uma empresa indicada para a operação de navio sonda na Petrobras, segundo os integrantes da força-tarefa.

Foto: Joyce Carvalho / Especial para Terra

Foto: Joyce Carvalho / Especial para Terra

Leia mais

TRE vê evento social e nega pedido de Lúdio para cassar Taques

Coligação Amor a Nossa Gente alegou abuso de poder político e econômico

Folhamax

taques-ludio.jpgPor unanimidade, o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) julgou na manhã de hoje improcedente uma ação de investigação judicial eleitoral proposta pela coligação Amor a Nossa Gente, liderada pelo candidato derrotado ao governo do Estado, Lúdio Cabral (PT), para cassar o registro de candidatura do governador Pedro Taques (PSDB) por abuso de poder político e econômico, o que automaticamente levaria a perda do mandato.
Leia mais