Bloqueio mantido contra a Friboi e mais 2

Pedidos de desbloqueio das contas da Friboi, do seu diretor Valdir Boni e do ex-secretário Marcel de Cursi foi negado pelo desembargador Márcio Vidal. Já são diversas derrotas.

Gazeta Digital

O desembargador Márcio Vidal negou mais um pedido de agravo de instrumento impetrado pelas defesas da JBS/Friboi, seu diretor Valdir Aparecido Boni e o ex-secretário de Fazenda, Marcel Souza de Cursi. Com isso, eles seguem acumulando derrotas no Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) na tentativa de desbloquear suas contas, medida determinada em outubro de 2014 numa ação civil pública que pede o ressarcimento de R$ 73,5 milhões, resultado de incentivos fiscais concedidos irregularmente à empresa.

Leia mais

ELEFANTE PANTANEIRO – Estado notifica empreiteira para concluir Arena e exige devolução de R$ 17 milhões

Mendes Júnior tem cinco dias para iniciar obras de reparo em estádio

Folha Max

arena-incompleta.jpg

A Secretaria de Estado das Cidades (Secid) notificou na manhã desta quinta-feira a empresa Mendes Junior Trading e Engenharia S.A, responsável pela construção do Complexo Arena Pantanal, para retomar a obra no prazo de cinco dias. O documento foi entregue aos diretores regionais da construtora, que se reuniram com o secretário Eduardo Chiletto e equipe técnica da pasta.

Leia mais

“A esmagadora maioria dos servidores é de pessoas decentes”

Governador Pedro Taques rebate declarações do deputado Zeca Viana, de que há “criminosos” na atual gestão

Mídia News

O governador Pedro Taques: "Esmagadora maioria dos servidores são pessoas sérias e decentes"

O governador Pedro Taques: “Esmagadora maioria dos servidores são pessoas sérias e decentes”. Foto: Marcus Mesquita

O governador Pedro Taques (PSDB) rebateu as declarações do deputado Zeca Viana (PDT) de que estaria “rodeado de bandidos” e que há práticas criminosas sendo cometidas pela equipe do Governo do Estado.

Leia mais

DECRETO SOBRE ICMS

Estado cede e adia para julho a validação de Decreto que implanta nova forma de cobrança

A alteração foi anunciada pelo secretário Paulo Taques, após reunião com empresários e deputados que pediram novo prazo. Grupo vai discutir reforma tributária.

Repórter MT

O anúncio foi feito pelo secretário Paulo Taques.

O anúncio foi feito pelo secretário Paulo Taques. Foto: Assessoria

O secretário-chefe da casa Civil, Paulo Taques, acaba de anunciar, após reunião com deputados e o seguimento empresarial de Mato Grosso, nesta quinta-feira (25), uma nova revogação para que o Decreto 380 passe a vigorar em Mato Grosso. Ao invés de primeiro de abril, a mudança na cobrança do ICMS (imposto sobre circulação de mercadorias e serviços) passa a ser aplicada somente no dia 1 de julho.

Leia mais