O que o Instagram nos tirou?

9 de outubro de 2019 08:32
Publicado por:
Categorias: Artigos, Notícias

Aba foi totalmente esquecida e se tornou vista apenas por “fofoqueiros”

Nas últimas semanas a internet tem comentado sobre o fim de uma função do instagram, a função seguir. Vários fóruns e outras redes sociais especulavam diversas teorias do que seria a retirada dessa função.

A empresa BuzzFeed divulgou nesta segunda-feira (7) a verdade sobre o assunto e para o fim das especulações,  já na  terça (8) o aplicativo liberou sua nova versão.  E o que o instagram nos tirou?

Lançada em 2011, a aba “Seguindo” costumava ser a principal fonte para descobrir novos conteúdos, uma vez que mostrava o que seus amigos estavam curtindo na rede social.

Com o passar do tempo, a aba foi totalmente esquecida e se tornou vista apenas por “fofoqueiros” que queriam saber os passos úteis de alguém, pois o que você curte, já não define mais o que você é. A seção explorar, substitui sem pudores a extinta aba, lá viajamos e encontramos “amigos” que nem imaginávamos que iríamos conhecer.

O resumo é que a atualização na verdade não nos tirou nada, absolutamente nada. Após o anúncio e logo a atualização, a internet em geral teve uma reação favorável, perfis dizem que finalmente a aba saiu, taxada muitas vezes de inútil.

A mudança que chamou mais atenção do que a retirada da aba, na verdade foi uma atualização da função noturna aos usuários de iphone, que aproveita a função modo escuro do iOS 13. Após a atualização do app é preciso fazer um tutorial na rede para que possa ativar o modo noturno do Instagram, já que a ferramenta não foi disponibilizada no aplicativo, e apenas quando ativada no aparelho celular.

Em 2019, o app resolveu mudar de diversas maneiras. Inovou e trouxe muitas ferramentas novas para seus usuários, porém esta atualização foi meramente ilustrativa, já que a tal aba seguindo nem era mais lembrada. Aos amantes da rede  o que resta é esperar uma nova atualização .

DIEGO SAPORSKI é jornalista, social media e bacharel em Direito